CCV Alviela no Twitter CCV Alviela no Linkedin CCV Alviela no Youtube CCV Alviela no Facebook CCV Alviela no Google+ CCV Alviela no Instagram
 
Logotipo Centro
INSCREVA-SE NA MAILING LIST:
Nome: E-mail:
logo Rede de Centros Ciência Viva
logo Escite
Logo certificação Herity
Logo Natura 2000 Award
logo Roteiro de Minas e Pontos de Interesse Geológico
O Centro nas Redes Sociais:
Logotipos Redes Sociais
 
Banner da zona
 

Destaques

Observatório de Morcegos Cavernícolas

Observe, em direto, a entrada de uma gruta de morcegos cavernícolas no Alviela:

Através das imagens fornecidas por uma câmara de infravermelhos instalada na gruta pode observar em direto a entrada e saída de morcegos cavernícolas na busca de alimentos para as suas crias. Visite o Centro Ciência Viva do Alviela para conhecer mais sobre a vida destes morcegos.

O Projeto

O Observatório dos Morcegos Cavernícolas do Centro Ciência Viva do Alviela - Carsoscópio é um projeto pioneiro em Portugal. Foi inaugurado em 2003 devido à existência, nas grutas do Alviela, de um dos mais importantes abrigos de maternidade de morcegos cavernícolas de Portugal. Equipado com um sistema de videovigilância de visão noturna de alta resolução, este é constituído por quatro postos de observação permanente que permitem observar em tempo real a estrutura e dinâmica das colónias, relações intra e interespecíficas e comportamentos tais como nascimentos, amamentações, primeiros voos, entre outros. Os 5000 indivíduos de 12 espécies diferentes que utilizam este abrigo, de abril a setembro, podem assim, ser estudados através da observação e análise de imagens recolhidas 24 horas por dia, constituindo-se o Observatório de Morcegos Cavernícolas como um recurso de extrema importância no apoio à investigação científica.

Este projeto resultou da parceria entre a Câmara Municipal de Alcanena e o atual Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), sendo a conceção técnica da responsabilidade da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Leiria (ESTG-IPL).

Em 2008, a Fundação para a Computação Científica Nacional (FCCN) instalou no local a tecnologia necessária para que as imagens do interior da gruta pudessem ser transmitidas através de Internet. São essas imagens que agora podemos ver em http://www.publico.pt/ecosfera/morcegos.

O abrigo dos Olhos de Água do Alviela está integrado no Plano Nacional de Conservação dos Morcegos Cavernícolas e nele foram já identificadas 12 das 27 espécies de morcegos que ocorrem em Portugal. Este abrigo é utilizado pelas 9 espécies de morcegos que se encontram ameaçadas em Portugal, entre as quais o morcego-rato-pequeno (Myotis blythii), o morcego-de-ferradura-mediterrânico (Rhinolophus euryale) e o morcego-de-ferradura-mourisco (Rhinolophus mehelyi), que se encontram criticamente em perigo de extinção.

Saiba mais sobre os morcegos do Alviela:

  1. Miniopterus schreibersii (Morcego-de-peluche)
  2. Myotis myotis (Morcego-rato-grande)
  3. Myotis emarginatus (Morcego-lanudo)
  4. Myotis blythii (Morcego-rato-pequeno)
  5. Myotis escalerai (Morcego-de-franja do Sul)
  6. Myotis bechsteinii (Morcego de Bechstein)
  7. Eptesicus serotinus (Morcego-hortelão-escuro)
  8. Myotis daubentonii (Morcego-de-água)
  9. Rhinolophus ferrumequinum (Morcego-de-ferradura-grande)
  10. Rhinolophus hipposideros (Morcego-de-ferradura-pequeno)
  11. Rhinolophus euryale (Morcego-de-ferradura-mediterrânico)
  12. Rhinolophus mehelyi (Morcego-de-ferradura-mourisco)

Notícia criada em 22-07-2014 11:33 | Imprimir Notícia

 
         
Câmara Municipal de Alcanena Agência Ciência Viva Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas Instituto Politécnico de Leiria